Consoantes

Os sons da língua

Fonética: estuda os sons da linguagem humana sem levar em conta o seu significado.

Fonologia: estuda os fonemas (sons) de uma linguagem.

A Fonética pode ser dividida em: Fonética articulatória, acústica, auditiva e instrumental.

A articulação:

Segundo Maria Helena Mira Mateus, “A análise da articulação dos sons apóia-se basicamente na informação de natureza cinestésica sobre as estruturas articulatórias que intervêm na sua produção.”

Os três momentos da articulação das consoantes:

  • Approach (aproximação);
  • Hold (manutenção);
  • Release (soltura).

Parâmetros classificatórios das consoantes:

  • Mecanismo da corrente de ar (pulmonar, glotálica ou velar);
  • Tipo de corrente de ar (ingressiva ou egressiva);
  • Papel da dobras vocais (vozeada ou desvozeada = sonora ou surda);
  • Papel do velo ou véu palatino (oral ou nasal);
  • Ponto de articulação (labial, labiodental, dental, alveolar, alveopalatal, palatal, velar ou glotal);

Modo de articulação ou natureza da estritura (oclusiva, fricativa, africada, tepe, vibrante, retroflexa ou lateral).

Corredores de saída para a coluna de ar:

  • Cavidade oral: para sons orais (consoantes e vogais);
  • Cavidade nasal: para as consoantes nasais;
  • Cavidade oral e nasal: para as vogais nasalizadas (ninho, muito, etc.).

*Observação sobre o IPA: ainda não contempla todas as possibilidades fonéticas da língua portuguesa, por esta razão é necessário fazer algumas adaptações para a transcrição de sons de variedades da língua portuguesa.

%d blogueiros gostam disto: